Palestra aborda Doação de Órgãos

Com o objetivo de esclarecer as famílias sobre a importância da Doação de órgãos, foi realizada na noite desta segunda-feira (22), no auditório da Associação Comercial e Industrial de Cruz Alta, a palestra “Avise sua Família #SouDoador”, com o enfermeiro Dagoberto Rocha. 

A palestra abordou a importância do acolhimento das famílias, assim como a transparência na abordagem e os principais receios dos familiares em autorizar a doação de órgãos. 

Durante o evento o médico Nefrologista Dr. Jorge Bandarra Westphalen, representando no ato os dois hospitais de Cruz Alta, fez um resgate histórico e falou sobre a importância do trabalho em equipe para viabilizar a doação de órgãos. 

Jorge Westphalen e equipe foram responsáveis pelo primeiro transplante de doador cadáver realizado no interior do estado e também do primeiro transplante renal realizado em Cruz Alta. 

Dr. Jorge Bandarra Westphalen falou sobre a importância do trabalho coletivo para viabilizar a doação de órgãos.

De acordo com Dagoberto, 43% das famílias brasileiras não autorizam a realização do procedimento. São vários motivos que levam a essa negativa, mas a falta de uma boa comunicação entre a equipe assistencial e familiares é considerado determinante. 

Hospital São Vicente de Paulo

O Hospital São Vicente de Paulo de Cruz Alta possui uma Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT), constituída por quatro membros em seu corpo funcional: Coordenador Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante, Dr. João Carlos Donadussi, a enfermeira, Magda Santos, a psicóloga, Indiara Martins e a Assistente Social, Fátima Bronzatti. 

A comissão é responsável por organizar dentro da rotina hospitalar a detecção de potenciais doadores de órgãos; viabilizando o diagnóstico de morte encefálica, conforme a Resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM. Também tem como função criar rotinas para oferecer aos familiares de pacientes falecidos a possibilidade da doação e articular com a Central de Transplante do Estado a organização do processo de doação e captação de órgãos e tecidos.

O que é a doação de órgãos

É o ato de permitir que uma ou mais partes do corpo (órgãos ou tecidos), em condições de serem aproveitadas para transplante, sejam retiradas de um paciente após sua morte para que possam ajudar outras pessoas. No caso dos órgãos, o transplante precisa ser feito horas após o falecimento para que seu funcionamento no receptor não seja inviabilizado. Em alguns casos, a doação também pode ser feita em vida.

A doação de órgãos é um importante ato que ajuda a salvar muitas vidas. Só no Brasil, são 41.236 pacientes cadastrados na lista do SUS, aguardando a realização de transplante. 

Como ser doador

O ideal é manifestar a vontade de doar e informá-la à família. Não adianta deixar o desejo expresso por escrito nem um registro – mesmo gravado em vídeo ou declarado em uma rede social, por exemplo.

A decisão final é dos familiares: são eles que definirão se e quais órgãos e tecidos serão doados. Por isso, é fundamental que os doadores deixem seu desejo claro para os parentes.

Não é toda morte que pode resultar em doação de órgãos: somente quando o cérebro deixa de funcionar e o coração continua batendo com a ajuda de aparelhos – na chamada morte encefálica – é que os órgãos poderão ser transplantados para outra pessoa. Isso ocorre, por exemplo, com vítimas de traumatismo craniano (por acidente ou violência) ou acidente vascular cerebral (AVC). Já no caso dos tecidos, é diferente: mesmo após a parada cardíaca, é possível doar córneas, pele e ossos, entre outros.

O evento foi promovido pela Associação Comercial e Industrial de Cruz Alta – Aci; Unicred; Instituto Unicred; Hospital São Vicente de Paulo; Hospital Regional Santa Lucia; Universidade de Cruz Alta; Secretaria Municipal da Saúde e Unopar. 

Texto: Jean Maidana/ASCOM HSVPCA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comunicação HSVP

Assessoria de Comunicação HSVP
Email: comunicacao@hsvpca.com.br
Fone: (55) 3321 2401

Últimas Notícias

Se inscreva em nosso blog

Receba conteúdos exclusivos!